jump to navigation

Memória musical: Demis Roussos e… Vangelis? 17/08/2009

Posted by blogdolevitrindade in Música.
Tags: , , ,
trackback

End of the World, o disco de estreiaÉ, galera, resolvi aproveitar o espaço pra resgatar as músicas e o  histórico de alguns cantores e grupos de muito tempo atrás que deixaram uma marca na memória e nos corações de muitas gerações de ouvintes ao redor do mundo.

O primeiro grupo que vai abrir essa seção, se podemos chamar assim, é Aphrodite’s Child, formado por Demis Roussos no vocal, Loukas Sideras na bateria e (tcham-tcham-tcham-tcham) Vangelis nos teclados.

Demis Rroussos hoje em diaO grego Demis Roussos, pseudônimo de Artemios Ventouris Roussos, passou uma infância um tanto difícil no Egito e na Grécia. Nascido em 1946, aos 17 anos formou o grupo The Idols, que teve curta duração. Ele tocava guitarra e baixo, além de fazer sucesso como vocalista nas vezes em que isso foi exigido.

Pouco depois, foi a vez de dar início à banda We Five ao lado do compositor Lakis Vlavianos, agora como vocalista principal. Em seguida, junto de mais dois outros músicos gregos, formou o grupo de rock progressivo Aphrodite’s Child.

Vangelis na premiére de um de seus discosDemis começou como vocalista, mas também atuou como guitarrista e baixista. Ele contava com Loukas Sideras na bateria e o tecladista e compositor principal Evángelos Odysséas Papathanassio – conhecido mundialmente pelo nome de Vangelis.

O Aphrodite’s surgiu em 1968 e, entre seus sucessos, destacam-se as músicas End of the World, Rain and Tears, It’s Five O’Clock, I Want to Live e Spring, Summer, Winter and Fall.

666 - O último discoPor falta de permissão para tocar na Inglaterra, o grupo mudou-se pra Paris, na época assolada pela Revolução de Maio. O Aphrodite’s Child fez um excelente sucesso com seu disco de estreia, End of the World, mas teve vida curta, pois, em 1972, com o lançamento do álbum 666, encerrou suas atividades prematuramente, por razões não muito bem esclarecidas. A mídia francesa deu como motivo a resistência dos cristãos da Europa a comparecerem aos shows depois do lançamento de 666, o que acabou por desencadear uma série de cancelamentos de apresentações.

Então, Demis Roussos engatou uma carreira solo de muito sucesso, assim como Vangelis se tornou um prestigiado e requisitado compositor de trilhas sonoras para o cinema. Entre as produções das quais participou destacam-se Carruagens de Fogo, Blade Runner – O Caçador de Androides e 1492 – A Conquista do Paraíso.

Abaixo, alguns clipes do Aphrodite’s Child. Eles até podem ser toscos, mas as músicas fazem com que sejam suportáveis.

O sucesso Rain and Tears:

It’s Five O’Clock:

End of the World:

Spring, Summer, Winter and Fall:

I Want to Live:

The Four Horseman, do disco que decretou o fim da banda:

Anúncios

Comentários»

1. mirian batista de souza - 13/03/2010

Parabéns pelos videos, são lindosssssssssssssAmo essas músicas.
Viajo no tempo, tenho muitas saudades, adoro Demis,Vangelis,hummmmmmmmmmm é tudo de bom!!!!!!!!

blogdolevitrindade - 29/06/2010

É verdade, Miriam. Essas músicas e esses vídeos são muitos bons mesmos. Essa turma parecia cantar com bastante sentimento. Não é igual a galera atual, que parece nem ligar para o que está cantando. Um abração.

2. jose cloves lial - 14/04/2013

lembro bem q começq desta banda e ali ja percebi que nascia omeu grande idolo demis roussos o mair cator romantico do mundo


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: